Este blog é o meu blog pessoal, onde podem deixar comentários etc... Desde já obrigado pela a sua visita....
Quarta-feira, 19 de Março de 2008
Um poema para o dia do Pai...
Ter um Pai ! É ter na vida
Uma luz por entre escolhos ;
É ter dois olhos no mundo
Que vêem pelos nossos olhos !
 
Ter um Pai ! Um coração
Que apenas amor encerra,
É ver Deus, no mundo vil,
É ter os céus cá na terra !
 
Ter um Pai ! Nunca se perde
Aquela santa afeição,
Sempre a mesma, quer o filho
Seja um santo ou um ladrão ;
 
Talvez maior, sendo infame
O filho que é desprezado
Pelo mundo ; pois um Pai
Perdoa ao mais desgraçado !
 
Ter um Pai ! Um santo orgulho
Pró coração que lhe quer
Um orgulho que não cabe
Num coração de mulher !
 
Embora ele seja imenso
Vogando pelo ideal,
O coração que me deste
Ó Pai bondoso é leal !
 
Ter um Pai ! Doce poema
Dum sonho bendito e santo
Nestas letras pequeninas,
Astros dum céu todo encanto !
 
Ter um Pai ! Os órfãozinhos
Não conhecem este amor !
Por mo fazer conhecer,
Bendito seja o Senhor !
Simplesmente Eu...
Paulo Santos


publicado por paulojsantos às 14:20
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 18 de Março de 2008
A estrela...
Vejo ao longe a estrela
Que me guia no destino
Enquanto a vida permite
Alguém que ainda acredite
Surgir bendito o menino
                  &
Vejo essa estrela brilhar
Essa que todos nem vêem
Se assim não fosse fariam
Em cada um então viam
A fé forte dos que crêem
                  &
Vejo tal estrela mais perto
Que me quer iluminar

Eu teimo não a querer ver
Ela me diz, tem que ser
Para o mundo melhorar
Simplesmente Eu...
Paulo Santos


publicado por paulojsantos às 19:52
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 17 de Março de 2008
Quatro meses de existencia do blog...

Hoje faz quatro meses que eu criei este blog.

Estou muito grato a todos aqueles que já vieram visitar este meu simples blog.

A hora que estou a escrever este post tinha tido 6.592 visitas, que da uma média de visitas de 54.50 por dia.

 

A todos o meu obrigado.

 

Agradeco os comentários que me deixaram. 

 

 

 

Recados Para Orkut

 

 

Simplesmente Eu...

 

 

Paulo Santos





publicado por paulojsantos às 19:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Domingo, 16 de Março de 2008
Domingo de Ramos...

Domingo de Ramos.
Comemora-se a entrada de Jesus em Jerusalém.
Com todo alvoroço, mesmo quem não o conhecia teve que despertar sua atenção para aquela figura aclamada pelo povo.
Eu resolvi então colocar hoje uma poesia que fala um pouco da descoberta desse amigo
.

Epistolazinha de um pretenso poeta
aos homens do século XXI


Mestre,
Senhor,
Filho da Luz,
Deus de Deus ,
Verbo encarnado,
Refugio dos perseguidos,
Resposta ao irrespondível,
Solução para o insolucionável.
Alegria, refúgio e fortaleza 
dos desesperados, perdidos e ignorados,
que ignoram-se a si próprios,
por nunca terem aprendido a se valorizar.
 
Busquei no mais profundo desespero,
Algo ou alguém em quem me apoiar.
Tentei falar,
a quem me apresentaram como um DEUS.
Imaginei,
Tronos, púrpuras, palácios...
Nunca  encontrei nada nem ninguém  desta forma.
 
Por não desistir,
acabei encontrando,
alguém maltrapilho,
pedintes, mãos estendidas,
prostitutas sorridentes,
trabalhadores braçais,
Gente excluída, oprimida, marginalizada.
Junto a eles,
e melhor dizendo, neles,
O Mestre,
Amigo,
Irmão.
Companheiro oculto das horas alegres.
Braço e ombro amigo nas horas difícies,
Defensor de prostitutas,
amigo de ladrões, 
de rejeitados e oprimidos,
de todos que busquem
alguém que nada de material possui.
Que insiste em pedir
compreensão, alegria, fraternidade.
e principalmente AMOR.
 
 
Bastou compreender o mundo,
e não negá-lo,
estar neste mundo,
sem contudo ser dele,
bastou dividir um pedaço de pão,
e ele transcendeu o silêncio,
mostrou-se todo,
revelou-se puro, simples, claro.
 
Hoje caminhando pelas ruas
ou até meso em meu quarto,
enquanto todos dormem, nós, eu e Ele,
conversamos animadamente,
contamos um para o outro,
como foi o nosso dia,
como bons amigos que somos,
até que um de nós sinta sono.
 
E assim é a nossa amizade,
Sem jejuns nem sacrifícios,
sem abstinências,
sem hierarquias ou senhorias,
cada um à sua maneira,
amigos, irmãos!
 
E ninguém jamais pensou,
nem tampouco imaginou
que poderia ser assim.
Juntos!
Sentados à beira da vida,
mas sem se ausentar dela,
rindo, conversando,
Meste e aluno,
homem e homem,
Deus e um pretenso poeta,
Para todo sempre,
Amém !

 

 

 

 

Simplesmente Eu...

Paulo Santos




publicado por paulojsantos às 08:29
link do post | comentar | favorito

Sábado, 15 de Março de 2008
Conto de Páscoa...

   

   Sentado na beira da calçada, com um ovo de chocolate pequenino nas mãos, olhar sério, aquele menino se pôs a imaginar. Havia muitas coisas que ele não entendia, por mais que tentasse.

   Durante a semana toda, na escola, na rua, em casa, em todos os lugares só se ouvia falar de Páscoa, coelhinho e ovos de chocolate. A professora até colocou Jesus no meio da história, mas só aumentou a sua confusão; ele não conseguia organizar o pensamento. Jesus não é aquele que nasceu no Natal? Faz tão pouquinho tempo, e ele já morreu??!!
   Não, decididamente ele não entendia nada. Não sabia exactamente o que uma coisa tinha a ver com a outra. Afinal de contas, por que comemorar, se Jesus morreu? Por que os ovos são de chocolate? E o coelho, o que ele faz nessa história?
Complicaaadooo!!!! Separava somente as coisas que entendia, e sabia o que era.
Entendia que estava esperando ganhar um ovo bem grande, daqueles que tinha visto na televisão, embrulhado num papel brilhante e com um laço de fita vermelha, que não veio, e ele sabia por quê: o dinheiro não deu.
   Ele sabia. Nem seu pai e nem sua mãe tinham prometido dar-lhe um ovo de Páscoa; e ele sabia, também, que o coelhinho não o trazia para ninguém. Então, como é que ele poderia satisfazer a sua vontade de comer chocolate? Como ia passar o domingo de Páscoa sem comer ovo de Páscoa? E a ideia veio assim, de repente!!! Por que não???
Foi até o primeiro semáforo daquela movimentada avenida e, quando o sinal ficava vermelho ele se lançava entre os carros e ia pedindo:
   "Moço, dá um ovo de Páscoa pra mim?"
   "Senhor, poderia me dar um ovo de Páscoa?"
   “Moça, dá um ovo de chocolate pra mim?"
   Assim, ia pedindo e ouvindo as mais esfarrapadas respostas, quando alguém respondia.
   Até que, enfim, parou um carro velho, todo manchado de ferrugem. Dentro, um homem com cara de bravo... ele tomou coragem, foi até lá e arriscou o mesmo pedido:
   “Moço, eu quero um ovo de Páscoa".
   E qual não foi sua surpresa quando aquele homem pegou, no banco do passageiro, um embrulhinho e lho estendeu pelo vidro.
   "Brigado, moço!!!"
   E saiu em disparada.
   De volta à sua calçada, ele olhou o ovinho e sorriu feliz. Afinal, agora ele comemoraria a Páscoa.
Simplesmente Eu...
Paulo Santos
 


publicado por paulojsantos às 07:42
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 14 de Março de 2008
Origem da palavra Páscoa...

A Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo.
Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu, até sua ressurreição, quando seu espírito e seu corpo foram reunificados. É a data mais importante da religião cristã, quando as pessoas vão às igrejas e participam de cerimônias religiosas.

Muitos costumes ligados ao período pascal originam-se dos festivais pagãos da primavera. Outros vêm da celebração do Pessach, ou Passover, a Páscoa judaica.
É uma das mais importantes festas do calendário judaico, que é celebrada por 8
dias e comemora o êxodo dos israelitas do Egito durante o reinado do faraó Ramsés II, da escravidão para a liberdade. Um ritual de passagem, assim como a "passagem" de Cristo, da morte para a vida.

No português, como em muitas outras línguas, a palavra Páscoa origina-se do hebraico Pessach. Os espanhóis chamam a festa de Pascua, os italianos de Pasqua e os franceses de Pâques

Simplesmente Eu...

Paulo Santos



publicado por paulojsantos às 22:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 13 de Março de 2008
Sorriso nobre...
É uma verdadeira obra de arte
O luxo dos sentimentos
Um cofre repleto de jóias
Um valor que equilibra a paz interior
Jóias nascidas em gestos de carinho
Criadas numa voz que reflecte amor
Amar é escrita arrojada na pele
Destacando a paixão que dá á alma
Um brilho precioso como assinatura
Sublime no rosto que se contempla
Na noção perfeita de um sorriso nobre
Enaltecendo a beleza dos sentidos
Sentir o amor de alguém é voar
Sobre colheitas de alegrias
Por entre sementes de prazer
E saborear arrepios de satisfação
Partilhando a troca de um beijo
Um roçar de lábios original
Testemunhando a vida
 
 
Simplesmente Eu...
 
Paulo Santos


publicado por paulojsantos às 21:23
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 12 de Março de 2008
O amor é o fim...
O amor é o fim
O amor é a estrada
O amor é o inicio da caminhada
O amor é o que une
O amor é o que ata
O amor o medo despedaça
O amor é chama
O amor é a brasa
O amor é viajante que retorna a casa
O amor liberta
O amor não passa
O amor é um estado de graça
O amor é consciência
O amor é real
O amor é a ausência do mal
O amor é tudo aquilo que somos
Quando os nossos passos são fieis aos nossos sonhos.

Simplesmente Eu...

Paulo Santos




publicado por paulojsantos às 18:38
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 11 de Março de 2008
Poema ao mar...
Com o aroma das rosas
te escrevo em trigo e sonho e beijo
Desenho-te em vogais
de pétalas interiores ao cristal ao linho
Adoro-te em silabas de orvalho
como se cantam as madrugadas da paixão
nas asas quentes do vento
As curvas do teu sorriso
acordam as cotovias
Quando a primavera regressa
carregada de vermelhoardente das papoilas
As horas passam as noites os olhos sem fim
E nada mais sobra para além do coração
ao encontro dos dias maduros das abelhas
onde o meu querer-te em harpas floresce.
Simplesmente Eu...
Paulo Santos


publicado por paulojsantos às 07:20
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 10 de Março de 2008
Amizade...
Cada um que passa em nossa vida,
passa sozinho, pois cada pessoa é única
e nenhuma substitui outra.
Cada um que passa em nossa vida,
passa sozinho, mas não vai só
nem nos deixa sós.
Leva um pouco de nós mesmos,
deixa um pouco de si mesmo.
Há os que levam muito,
mas há os que não levam nada.
Essa é a maior responsabilidade de nossa vida,
e a prova de que duas almas
não se encontram ao acaso.

Agradeço a todos os que têm deixado a sua marca no meu blog...Obrigado a todos
Simplesmente Eu...
Paulo Santos


publicado por paulojsantos às 07:20
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Peço desculpas...

Poemas de saudade...

Amizade...

Primeiro ano...

Amor...

Lua...

Festas em Souto do Brejo ...

Saudades . . .

Amizade. . .

Chamas da paixão . . .

arquivos

Outubro 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

links
blogs SAPO
subscrever feeds