Este blog é o meu blog pessoal, onde podem deixar comentários etc... Desde já obrigado pela a sua visita....
Domingo, 15 de Junho de 2008
Biografia de Alexandre Faria...

 

É para lá de vitoriosa a carreira de Alexandre Faria, o novo semblante da música romântica portuguesa. Apesar de só agora se tornar figura conhecida de todo o país, este cantor já tem um percurso interessante de sucesso, que vulgo merecer especial atenção nestas breves notas biográficas. Foi nos arredores de Felgueiras (Rande), no dia dois de Janeiro de mil novecentos e setenta e oito, que a família Faria vira Alexandre nascer pela primeira vez. Sim, porque nascimentos Alexandre viria a ter outros… Nascido num lar não muito abastado de posses financeiras, Alexandre era o mais novo de uma família composta por inúmeros irmãos.
Aos doze anos, um presente que lhe fora oferecido pelo seu pai (um cavaquinho) viria a alindar o seu contacto com a música. Cantando para alegrar a família em casa, acompanhado pelo som de uma viola braguesa tocada pelo seu pai, Alexandre ficou de tal modo motivado que começou a tocar concertina, cavaquinho e violão. Estavam, pois, dados os primeiros passos nesta vida de artista… Mas como a música sempre foi uma constante na sua vida, decidiu então fazer parte do Rancho Folclórico de Varziela - Felgueiras. Permaneceu neste grupo durante um ano, o que foi, sem dúvida alguma, muito vantajoso e educativo para ele.
Ao fim de um ano, Alexandre tomara uma decisão que viria a alterar toda a sua vida. Decidido a enveredar pelo caminho que muito lhe aprazia (a música), dirimiu construir uma carreira a solo. Contou, para tal, com a ajuda do seu irmão José Maria, que o acompanhou a uma editora discográfica ("Cassenorte") para que pudesse apresentar uma cassete com a sua voz gravada por cima de um instrumental dos Modern Talking. O director dessa editora ouviu com atenção esse trabalho e, impressionado com o talento e força de vontade do Alexandre, decidiu dar um empurrão na carreira deste jovem cantor. Seria, então, o segundo nascimento do Alexandre Faria. Foi, pois, lançado um disco (ainda em vinil) que se intitulava "Deusa do Amor". Todo este trabalho era composto com letras e músicas da sua autoria, que haviam sido compostas enquanto adolescente. Era notório e promissor o talento deste rapaz! Aos poucos e poucos, este trabalho foi sendo dado a conhecer ao público através de diferentes rádios, chegando mesmo a ser disco de prata. Não era fácil, no nosso país, atingir tal patamar mas Alexandre conseguiu-o. Depois deste segundo nascimento, começou a realizar vários espectáculos no país e estrangeiro (Espanha, França e Suiça). Desde bailes populares, passando por casamentos, espectáculos em bares e restaurantes, Alexandre fez de tudo um pouco.
Surgiu, entretanto, o segundo trabalho de Alexandre, uma homenagem ao cantor Dino Meira. Se até aqui a sua carreira se mostrava auspiciosa, com a saída deste trabalho tudo se começou a desmoronar. Deparou-se com diversas barreiras e contratempos, chegando mesmo a abdicar do seu sonho. Deixando de lado as cantorias, no ano dois mil, montou o seu próprio estúdio de gravação e editora, buscando, de certa forma, o cantor adormecido que existia em si. Realizou vários trabalhos como produtor de outros artistas, dos quais se destaca, pela sua imponência, uma: Célia Lawson (vencedora de um festival RTP da canção e autora de "Eu sou aquele", êxito dos Excesso). Neste intervalo de tempo, havia sido lançado o terceiro trabalho de Alexandre, que já lhe deu mais ânimo para perseguir o seu sonho.
No ano de dois mil e quatro, eis que teria Alexandre o seu terceiro nascimento. Lançou o trabalho "Boa Sorte", que, apesar de manter muitas das características anteriores do artista, aclarava-se mais romântico. Teve a parceria do seu grande amigo Marcelo Reis (vocalista da banda "Rei do Gado") para a selecção dos temas que compuseram este trabalho. Desde esta altura, Alexandre não mais parou. Tem feito inúmeros espectáculos pelo país, aumentando, a cada dia que passa, o seu número de fans. O tema "Página de Amigos" é o que melhor retrata o estilo musical do artista. É neste tema que Alexandre espelha toda a sua paixão pela música. E que paixão! Tem participado em vários programas de televisão, tendo sido homenageado com um programa especial sobre a sua carreira no Canal Viver. Neste programa passaram grandes nomes da música portuguesa como Emanuel, José Alberto Reis e um grande senhor, com sotaque brasileiro, chamado Netinho.
Mas inovar é preciso… Por esta razão, Alexandre está a desenvolver um novo projecto com uma editora de grande expansão no mercado (A.F. Produções). Já esta a trabalhar os novos temas que farão parte do seu próximo álbum, que será lançado este verão (2008). Seguirá um estilo romântico, contendo, contudo, algumas faixas com ritmos dançantes.
Relativamente ao carisma do cantor, posso afirmar que nada mudou. Alexandre continua a ser um homem romântico e solidário, que gosta de levar uma vida simples perto da família e dos amigos. Está sempre à disposição de levar alegria com a sua música, participando até em vários eventos de solidariedade social, desenvolvidos para amenizar o sofrimento humano. Para este cantor, um sorriso no rosto das pessoas é o bastante para se sentir reconhecido pelo seu trabalho.
Assim é o nosso Alexandre…

Texto: Joaquim Vitorino Bernardo Cardoso
 
 
 
 
Para mais Informações:
Vistem http://cantoralexandrefaria.blogs.sapo.pt  
Simplesmente Eu...
 
 
Paulo Santos

 


tags:

publicado por paulojsantos às 09:14
link do post | comentar | favorito

Sábado, 14 de Junho de 2008
Desejos. . .

Amanhecer silencioso,
Felicidade discreta,
Certeza de
sentimentos,
Coração
alegre
Ignorando a solidão.
Alma segura,
Jardim perfeito,
Obras da vida
Esperança de um amanhã,
Paz ao mundo,
Desejos de felicidade
Para aqueles que sentem dor...
A felicidade ás vezes é um presente,
Mas as vezes é uma conquista.
Desejos que a felicidade se espalhe
E entregue para as lágrimas
A verdadeira razão de sorrir.
Não ouça a solidão,
Enquanto ela te chama aos gritos
A felicidade murmura ao seu coração
Desejos verdadeiros;
Desejos de ver o mundo
Iluminado de felicidade...
 
 
Simplesmente Eu...
 
Paulo Santos


publicado por paulojsantos às 11:32
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 13 de Junho de 2008
Tranquilidade na vida . . .

uma coisa de cada vez
tudo a seu tempo
do pequenino para o grande
o caminho da felicidade somos nós
a sós com os nossos pensamentos
nos verdadeiros momentos de verdade
com a nossa intimidade
escutando o nosso coração
numa oração de magia interior
capaz de acalmar a nossa dor
e viver acima da tentação
de viver em desunião com a nossa natureza
com toda a sua beleza...
 
 
Simplesmente Eu...
 
Paulo Santos
 
 


publicado por paulojsantos às 22:34
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 12 de Junho de 2008
Pode ser ...

Pode ser novo, pode ser velho;
Pode ser branco, negro ou amarelo;
Pode ser rico ou pobre;
Pode ser
solteiro, casado, viúvo ou divorciado;
Pode ser feliz ou infeliz;
Pode estar aqui ou já ter ido embora;
Pode ter tido filhos ou adotado-os;
Pode ter casa ou
morar na rua;
Pode usar terno ou ser informal;
Pode ser Deus ou humano;
Pode estar  a trabalhar ou desempregado;
Pode ser tanta coisa ou simplesmente PAI.

Mas todos, sem faltar um
sequer fazem parte da Criação.
Que não só hoje,
mas em todos os dias desta vida
possas ser lembrado como aquele que:
muitas vezes não dormiu,
muitas vezes ficou a pensar
na comida para levar para casa,
muitas vezes engoliu sapos,
muitas vezes chorou escondido,
muitas vezes gargalhou,
muitas vezes perdeu a hora,
mas nunca deixou de pensar
na coisa mais importante da sua vida:
NÓS!!!!
 
 
Simplesmente Eu...
 
Paulo Santos


publicado por paulojsantos às 19:31
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 11 de Junho de 2008
Liberdade no meu olhar . . .

 

 

Liberdade no meu olhar

ao acordar dentro de mim

sem fim

sem limites

triste ou contente

como toda a gente

sinto perdão interior dentro do meu coração

sinto vontade de gritar ao mundo

tudo o que há de mais profundo dentro de mim

neste universo sem fim

nesta hora em que me debato com as minhas angústias interiores

com as minhas dores

mas virei a esquina

virei para o outro lado desconhecido de mim

aquela zona escura

dura

estranha

não abençoada

não amada

que não ligava com a minha maneira de ser e estar na vida

mas agora vou amar com o coração

com dedicação

com um olhar aberto

sincero

alegre

feliz

sempre em busca de novas energias para renovar o meu ser

o meu espírito

quero ser feliz

sempre

eternamente

contente

sorridente

uma benção para os meus amigos

inimigos

sei lá...

estou muito feliz

muito amado pelo DEUS UNIVERSAL

pela minha alma

que se fundiu nas entranhas do meu entendimento

e me livrou do sofrimento da solidão do meu coração...
 
Simplesmente Eu...
 
Paulo Santos


publicado por paulojsantos às 20:17
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 10 de Junho de 2008
Amor de noite e dia . . .

 

 

Meu amor, eu sou a noite,
Meu amor, tu és o dia.
Que o meu coração se afoite,
A controlar-te a rebeldia.
 
Se todas as noites pernoito,
Contigo no pensamento,
Merecia em algum momento,
O beijo, que no peito acoito.
 
Dá-me uma réstia de esperança,
Dá-me Sol na noite escura,
Furta -me desta tortura,
Faz-me sentir uma criança.
Lá em extremos opostos,
Quando a noite beija o dia,
Há uma luz fugidia,
Espalhada nos seus rostos
Simplesmente Eu...
Paulo santos


publicado por paulojsantos às 16:42
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 9 de Junho de 2008
Dois mundos. . .

 

Ando pelas ruas
 À procura do meu caminho.
Meus olhos se surpreendem
Quando descobre
Duas direções...
Uma o céu está claro
O sol está presente,
O calor é constante...
A outra
Está escuro,
Relâmpagos assustam
E o vento traz o frio...
Duas direções
Em uma única
vida.
Um
desejo
Dois caminhos.
O caminho em que o céu é perfeito,
O calor do sol é contagiante...
E o caminho da tempestade,
Dos relâmpagos assustadores.
Dois mundos diferentes,
Dois destinos.
A luz e a escuridão
O medo e a
paz.
Dois mundos
E uma única escolha;
Escolha sem volta...

 

Simplesmente Eu...

 

Paulo Santos



publicado por paulojsantos às 08:20
link do post | comentar | favorito

Domingo, 8 de Junho de 2008
Sonheto invertido . . .

 

Sonho porque nada mais há a fazer.
Sonho porque sonhando não perco a esperança.
Sonho porque só assim posso voltar a nascer.

Dos meus sonhos se desfez uma vida.
E com ela os seus sonhos;
E os seus amores sonhados.

E tudo o mais que possa sonhar,
Nesta vida de sonho não faz criação.
Só o sonho de te ver, de te amar,
Só o sonho de grandeza, de imensidão.

Sonho para voltar a nascer,
E de novo voltar a sonhar.
E nos meus sonhos me voltar a perder,
Sonhando acordado, até um dia finar.

 

Simplesmente Eu...

 

Paulo Santos



publicado por paulojsantos às 10:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sábado, 7 de Junho de 2008
Destinos traçados. . .

 

Perguntas
Sem respostas.
Segredos
Mistérios...
São
almas que provam
Da dor e da solidão.
Que permanecem tempos
Aprisionadas na escuridão,
Até seus olhos encontrarem
A luz que abençoará seu destino.
São destinos traçados
Que tempo nenhum destrói.
Destinos entrelaçados pelo mundo
Que depois da turbulência nos sentidos
Se encontram lúcidos...
Um destino
Já imposto pela vida
Já entendido pela razão.
Destinos traçados
Que nem a tempestade de
ilusões
Pode tocá-los.
As estrelas guardam seus segredos
E a vida junto do tempo os desvendam.
Destinos traçados
Onde a sabedoria
É ser simplesmente
Feliz

 

 

Simplesmente Eu...

 

Paulo santos



publicado por paulojsantos às 10:13
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 6 de Junho de 2008
Na piscina do amor. . .

 
 
Na piscina do amor

mergulhaste de cabeça na tua dor

e nadaste muito tempo

naquela água pura

conseguia ver o teu fato de banho

ser invadido por uma energia misteriosa...

qual sereia que invade a vida da minha alma querida

renasceste à superfície com o teu cabelo molhado

pestanejando intensamente

com o teu coração carente por um beijo prolongado

nesta infinita corrente de água limpa

que inunda a nossa vida

e...depois das nossas sensações

vindas dos nossos corações

mergulhámos juntos

até ao fundo daquele santuário de esperança

em que as nossas crianças

se amaram e juntas nadaram

nas correntes do amor

que cura toda a dor...

senti o teu carinho

na vibração do teu acordar

para uma nova aventura

em que sempre te queria amar...
 
 
Simplesmente Eu. . .
 
Paulo Santos


publicado por paulojsantos às 13:56
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Leitor da Allcity.Rádio

 
Agradeço ao Dj-Marco pela cedência do leitor da Allctiy.Rádio MARCO aquelo abraço obrigado.
Recados e Imagens - Flores - Orkut

As manas Carmélia e Florinda por tudo aquilo que vocês tem feito por mim, CARMÉLIA e FLORINDA aquelo beijo e obrigado.
Recados e Imagens - Flores - Orkut

A todos os meus familiares e amigos o meu bem-hajam.
Recados e Imagens - Flores - Orkut

Aos que visitaram o meu blog e venham a visitar o meu muito obrigado. SIMPLESMENTE EU... PAULO SANTOS


Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Blog do cantor Alexandre Faria
O blog da amiga Florinda.
A tua rádio na internet... Allcity.Rádio boa música 24 horas por dia...




Portugal - Mensagens e imagens!


O saite da amiga Carmélia
posts recentes

Peço desculpas...

Poemas de saudade...

Amizade...

Primeiro ano...

Amor...

Lua...

Festas em Souto do Brejo ...

Saudades . . .

Amizade. . .

Chamas da paixão . . .

arquivos

Outubro 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

links

Simplesmente eu...


blogs SAPO
subscrever feeds