Este blog é o meu blog pessoal, onde podem deixar comentários etc... Desde já obrigado pela a sua visita....

Quinta-feira, 10 de Abril de 2008
Tanta saudade...
Mentir para o coração
Dizer a ele que não é
amor...
Mentiras inúteis,
Que não o convence.
Meu coração está nas mãos da saudade;
Saudade sem limites.
Na minha ilusão,
Meu sonho era ficar
Para sempre ao teu lado.
Na minha realidade,
Meu sonho é arrebentar as cordas
Que me fazem prisioneiro da
saudade.
Quando fecho os olhos,
O tempo volta
Naquele tempo em que eu acreditava em uma ilusão...
Mas isso só com os olhos fechados,
Com os olhos abertos,
Tento escapar
Das lembranças suas;
Lembranças que fortalecem a saudade
E torturam meu coração.
Tanta saudade
Daqueles tempos em que o mundo
Era apenas sonhos,
Em que a
felicidade estava com os dias contados...
Não foi por acaso
Que dei de cara com uma ilusão.
ILUSÕES,
SÃO AS PONTES QUE DEVEMOS ATRAVESSAR
ATÉ CHEGAR AO AMOR...
Só me resta sentir
TANTA SAUDADE...
Simplesmente Eu...
Paulo Santos


publicado por paulojsantos às 17:56
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 7 de Abril de 2008
Anjo Amigo...

Anjo Amigo!
Quero te contar as novidades!
As quais resultado de muitas alegrias.
Nesse momento estou sorrindo
Meu coração está saltitar de felicidade.
Tu és o primeiro a saber da minha alegria,
És o meu confidente número um
Anjo Amigo!
Contempla comigo esse mar
de felicidade
Viaja comigo dentro de um sonho
Onde passaremos entre as nuvens,
Contemplando a bela paisagem do horizonte
Mergulharemos no infinito,
e investiremos na alegria.
Os meus sonhos são reais.
Os meus desejos são presentes.
A minha preocupação é de saber como transmitir
Um pouco de felicidade à aqueles que tanto pedem.
Meu Anjo
Amigo,
Reúne com os outros Anjos,
E fale para que eles tocarem nos corações
Daqueles que tanto protegem,
Para que nesse simples toque,
Uma mudança radical aconteça...
Será a felicidade invadindo os novos corações.
Nem sei porque estou aqui
Contando o que me acontece,
Pois tu nunca sais do meu lado
Mesmo que não diga nada,
Tu ficas a saber os momentos da minha vida
Não porque te conte,
Mas sim porque presencias esses momentos.
Porque  foste, és, e serás sempre,
O MEU ANJO AMIGO.

Simplesmente Eu...

Paulo Santos



publicado por paulojsantos às 18:16
link do post | comentar | favorito

Domingo, 6 de Abril de 2008
Quando estou sonhando...

Nesta sala escura e tão fria!
Prisioneiro entre quatro paredes
Sou um peixe apanhado nas redes
Do pescador da minha nostalgia.

Não tenho sido assim a vida inteira
Dentro do meu ser também floresceu
A rosa de uma linda roseira
Cujo odor em mim ainda não morreu.

As suas mãos nas minhas enlaçadas
São as memórias de uma outra era
São mais um conto dos contos de fadas
São a morte que vive à minha espera.

Aquela estrela ali na Ursa Maior
A qual em noites claras ainda espreito
Era a luz do meu rio de amor
Cujas águas secaram no seu leito.

No meu quarto da cama adormecida
De longe vem uma voz se aproximando
Uma voz cada vez menos sumida
Que em mim suspira quando estou sonhando!

Simplesmente  Eu...

Paulo Santos 




publicado por paulojsantos às 09:12
link do post | comentar | favorito

Sábado, 5 de Abril de 2008
Viver...

 

 Viver é inventar o seu dia.
  É desconhecer a arrogância.
  Exalar pura energia!
  Fazer poemas de amor.
  Devolver sorrisos.
  Acreditar que o bem vence o mal.sempre.
  Enfeitar o coração com cores!
  Conquistar amigos e ser sempre leal e fiel.
  Tranformar dor em alegria.
  Ser amor de coração.
  Inspirar justiça.
  Viver é correr atrás dos sonhos, da inspiração, dos projetos.
  Buscar o entendimento das coisas.
  Ser sempre da paz.
  Orar em agradecimento das dádivas recebidas.
  Buscar o que te faz bem e aos outros também.
  Beijar na boca.
  Amar!
  Pintar o mundo com as cores que te der na telha.
  Estar sempre jovem.
  Viver é. Ser sempre verdadeiro.
  É constantemente redescobrir as coisas belas da vida
  lembrando que o sorriso é o idioma universal.
  Ouvir músicas que acalmem a alma.
  Desacelerar e aproveitar o tempo
  cada pequeno momento de prazer.
  Lembre-se: o final não existe.
  Tudo é um eterno recomeço.
  Viver é simplesmente ver a vida com o coração.

Simplesmente Eu...

Paulo Santos





publicado por paulojsantos às 11:27
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 4 de Abril de 2008
Lágrimas de amor...
A noite fria me faz recordar nossos momentos
quando seu calor minha alma aquecia de forma peculiar.
Que me faz recordar as horas em que perdidas em carinhos
meu mundo era colorido e havia perfumes soltos no ar.
 
 
Talvez pelo silêncio que domina as ruas escuras e solitárias
minha alma sente esse vazio como se fosse um véu.
Que lhe tira a alegria e a esperança
deixando na boca um gosto de amargura e de fel.
 
 
Talvez seja pelo próprio silencio que tudo domina
que do fundo da alma vem a musica que nos embalou.
Hoje ela não é mais ouvida com alegria
pois ao som dela, ouvi seu adeus e isso meu peito gravou.
 
 
Na letra a melodia fala que você precisa de mim
da mesma forma como eu sempre de ti vou precisar,
que somos dois seres perdidos que se amam separados,
mas que um dia, com certeza irão se encontrar.
 
 
Mas nosso caso é diferente, eu sei.
Tivemos nossos momentos de amor e paixão.
Mas você acabou com tudo, pois não me amava,
mas isso não impediu que eu lhe entregasse meu coração.
 
 
Por isso nessa noite escura, fria e vazia
eu fico aqui a escrever poesias e versos de amor.
Tomando na taça das amarguras o licor da saudade
enquanto que de meus olhos caem, lágrimas de dor.
 
 
Simplesmente Eu...
 
Paulo Santos


publicado por paulojsantos às 22:30
link do post | comentar | favorito

Domingo, 30 de Março de 2008
Não foi à primeira...

Não foi à primeira que descobri
Que o que sinto por ti
É algo fora do normal
Não à segunda
Nem à terceira vez
Que senti o fogo ardente
Que queima-me por fora e por dentro
....a chama latente
Que incendeia o meu centro
Mas sim da última vez que te vi
E senti que um minuto era uma eternidade
Quando longe de ti
Minha celebridade
....sei lá se mereço sofrer
....sei lá se cometi algum pecado numa vida anterior
E dele não me arrependi
Mas sei que… estou prestes a pecar de novo
Porque eu não quero que esta chama
Que vem de dentro do meu corpo
Torne-se apenas numa luz incandescente
Que despeja velhas lembranças
Que torne-se apenas numa nascente
Ressuscitando as minhas esperanças,
Esperanças essas detentoras de um forte desejo
Que desde que apaixonei-me por ti
Guardá-las tem-se tornado um sacrilégio


Simplesmente Eu...

Paulo Santos

Atenção:

Esta madrugada a hora foi alterada para a hora de verão

Os relógios foram adiantados uma hora...



publicado por paulojsantos às 10:41
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 25 de Março de 2008
Poema de amizade...
A amizade torna os fardos mais leves
porque os divide pelo meio.
A amizade intensifica as alegrias,
elevando ao quadrado, na matemática do coração.
A amizade esvazia o sofrimento
porque a simples lembrança do amigo
acalma com jeito de talco na ferida.
A amizade ameniza as tarefas difíceis
porque a gente não as realiza sozinho:
são dois cérebros pensando e quatro braços agindo.
A amizade diminui distâncias.
Embora longe, o amigo é alguém perto de nós.
A amizade enseja confidências redentoras;
problema partilhado, percalço amaciado,
felicidade repartida, ventura acrescida
A amizade coloca música e
poesia na banalidade do cotidiano.
A amizade é a doce canção da vida
e a poesia da eternidade.
O amigo é a outra metade da gente; o lado claro e melhor.
Sempre que encontramos um amigo,
encontramos um pouco mais de nós mesmos.
O amigo revê, desvenda, conforta.
É uma porta sempre aberta em qualquer situação.
O amigo, na hora certa, é sol ao meio-dia,
estrela na escuridão.
O amigo é bússola e rota no oceano,
porto seguro na tribulação.
O amigo é o milagre do calor humano
que Deus opera num coração.
Simplesmente Eu...
Paulo Santos


publicado por paulojsantos às 09:41
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 17 de Março de 2008
Quatro meses de existencia do blog...

Hoje faz quatro meses que eu criei este blog.

Estou muito grato a todos aqueles que já vieram visitar este meu simples blog.

A hora que estou a escrever este post tinha tido 6.592 visitas, que da uma média de visitas de 54.50 por dia.

 

A todos o meu obrigado.

 

Agradeco os comentários que me deixaram. 

 

 

 

Recados Para Orkut

 

 

Simplesmente Eu...

 

 

Paulo Santos





publicado por paulojsantos às 19:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Domingo, 16 de Março de 2008
Domingo de Ramos...

Domingo de Ramos.
Comemora-se a entrada de Jesus em Jerusalém.
Com todo alvoroço, mesmo quem não o conhecia teve que despertar sua atenção para aquela figura aclamada pelo povo.
Eu resolvi então colocar hoje uma poesia que fala um pouco da descoberta desse amigo
.

Epistolazinha de um pretenso poeta
aos homens do século XXI


Mestre,
Senhor,
Filho da Luz,
Deus de Deus ,
Verbo encarnado,
Refugio dos perseguidos,
Resposta ao irrespondível,
Solução para o insolucionável.
Alegria, refúgio e fortaleza 
dos desesperados, perdidos e ignorados,
que ignoram-se a si próprios,
por nunca terem aprendido a se valorizar.
 
Busquei no mais profundo desespero,
Algo ou alguém em quem me apoiar.
Tentei falar,
a quem me apresentaram como um DEUS.
Imaginei,
Tronos, púrpuras, palácios...
Nunca  encontrei nada nem ninguém  desta forma.
 
Por não desistir,
acabei encontrando,
alguém maltrapilho,
pedintes, mãos estendidas,
prostitutas sorridentes,
trabalhadores braçais,
Gente excluída, oprimida, marginalizada.
Junto a eles,
e melhor dizendo, neles,
O Mestre,
Amigo,
Irmão.
Companheiro oculto das horas alegres.
Braço e ombro amigo nas horas difícies,
Defensor de prostitutas,
amigo de ladrões, 
de rejeitados e oprimidos,
de todos que busquem
alguém que nada de material possui.
Que insiste em pedir
compreensão, alegria, fraternidade.
e principalmente AMOR.
 
 
Bastou compreender o mundo,
e não negá-lo,
estar neste mundo,
sem contudo ser dele,
bastou dividir um pedaço de pão,
e ele transcendeu o silêncio,
mostrou-se todo,
revelou-se puro, simples, claro.
 
Hoje caminhando pelas ruas
ou até meso em meu quarto,
enquanto todos dormem, nós, eu e Ele,
conversamos animadamente,
contamos um para o outro,
como foi o nosso dia,
como bons amigos que somos,
até que um de nós sinta sono.
 
E assim é a nossa amizade,
Sem jejuns nem sacrifícios,
sem abstinências,
sem hierarquias ou senhorias,
cada um à sua maneira,
amigos, irmãos!
 
E ninguém jamais pensou,
nem tampouco imaginou
que poderia ser assim.
Juntos!
Sentados à beira da vida,
mas sem se ausentar dela,
rindo, conversando,
Meste e aluno,
homem e homem,
Deus e um pretenso poeta,
Para todo sempre,
Amém !

 

 

 

 

Simplesmente Eu...

Paulo Santos




publicado por paulojsantos às 08:29
link do post | comentar | favorito

Sábado, 15 de Março de 2008
Conto de Páscoa...

   

   Sentado na beira da calçada, com um ovo de chocolate pequenino nas mãos, olhar sério, aquele menino se pôs a imaginar. Havia muitas coisas que ele não entendia, por mais que tentasse.

   Durante a semana toda, na escola, na rua, em casa, em todos os lugares só se ouvia falar de Páscoa, coelhinho e ovos de chocolate. A professora até colocou Jesus no meio da história, mas só aumentou a sua confusão; ele não conseguia organizar o pensamento. Jesus não é aquele que nasceu no Natal? Faz tão pouquinho tempo, e ele já morreu??!!
   Não, decididamente ele não entendia nada. Não sabia exactamente o que uma coisa tinha a ver com a outra. Afinal de contas, por que comemorar, se Jesus morreu? Por que os ovos são de chocolate? E o coelho, o que ele faz nessa história?
Complicaaadooo!!!! Separava somente as coisas que entendia, e sabia o que era.
Entendia que estava esperando ganhar um ovo bem grande, daqueles que tinha visto na televisão, embrulhado num papel brilhante e com um laço de fita vermelha, que não veio, e ele sabia por quê: o dinheiro não deu.
   Ele sabia. Nem seu pai e nem sua mãe tinham prometido dar-lhe um ovo de Páscoa; e ele sabia, também, que o coelhinho não o trazia para ninguém. Então, como é que ele poderia satisfazer a sua vontade de comer chocolate? Como ia passar o domingo de Páscoa sem comer ovo de Páscoa? E a ideia veio assim, de repente!!! Por que não???
Foi até o primeiro semáforo daquela movimentada avenida e, quando o sinal ficava vermelho ele se lançava entre os carros e ia pedindo:
   "Moço, dá um ovo de Páscoa pra mim?"
   "Senhor, poderia me dar um ovo de Páscoa?"
   “Moça, dá um ovo de chocolate pra mim?"
   Assim, ia pedindo e ouvindo as mais esfarrapadas respostas, quando alguém respondia.
   Até que, enfim, parou um carro velho, todo manchado de ferrugem. Dentro, um homem com cara de bravo... ele tomou coragem, foi até lá e arriscou o mesmo pedido:
   “Moço, eu quero um ovo de Páscoa".
   E qual não foi sua surpresa quando aquele homem pegou, no banco do passageiro, um embrulhinho e lho estendeu pelo vidro.
   "Brigado, moço!!!"
   E saiu em disparada.
   De volta à sua calçada, ele olhou o ovinho e sorriu feliz. Afinal, agora ele comemoraria a Páscoa.
Simplesmente Eu...
Paulo Santos
 


publicado por paulojsantos às 07:42
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Tanta saudade...

Anjo Amigo...

Quando estou sonhando...

Viver...

Lágrimas de amor...

Não foi à primeira...

Poema de amizade...

Quatro meses de existenci...

Domingo de Ramos...

Conto de Páscoa...

arquivos

Outubro 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

links
blogs SAPO
subscrever feeds